FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software 2010: Salvador, Bahia


Márcio Barros (Ed.): Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010.

voltar

@proceedings{FEES: FEES10,
  editor = {Márcio Barros},
  title = {Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010},
  publisher = { },
  ISBN = {},
  year = {2010}
}

Início da contabilização de downloads: Agosto/2011

1 - Um Jogo de Estratégia de Gerência de Configuração. Karen Figueiredo, Jonatas Ferreira, Leonardo Murta, Esteban Clua. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 10

Abstract: A utilização de jogos na educação é uma prática que vem ganhando destaque, tendo em vista seus benefícios no processo de ensino e aprendiza-gem. Desta forma, este artigo propõe o JEEES, que é um jogo de estratégia inovador, com intuito de transmitir conhecimentos de Gerência de Configura-ção. Além da descrição do JEEES, este artigo também apresenta uma avalia-ção preliminar do jogo em turmas de engenharia de software.

2 - O Poder da Tecnologia de Workflow e dos Mapas Conceituais no Processo de Ensino e Aprendizagem da UML. Simone Sawasaki Tanaka, Rodolfo Miranda de Barros, Sergio Akio Tanaka. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 21

Abstract: Este trabalho apresenta o estudo da aplicação de um workflow para o ensino e aprendizagem da modelagem de diagramas da UML. Para este estudo, utilizou as características e benefícios dos mapas conceituais para auxiliar no entendimento da elaboração do diagrama, na qual pode ser utilizado tanto no ensino presencial como no ensino a distância. As principais contribuições deste trabalho foram a implementação do workflow para ajudar no ensino-aprendizagem dos modelos da UML, a definição do mapa conceitual representando a rastreabilidade para modelagem dos diagramas.

3 - SimulES-W: Um Jogo para o Ensino de Engenharia de Software. Elizabeth Suescún Monsalve, Vera Maria B. Werneck, Julio Cesar Sampaio do Prado Leite. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 20

Abstract: Este artigo apresenta SimulES-W, um jogo educacional de cartas que ensina engenharia de software. Este jogo permite que um aluno assuma diferentes papéis num projeto de construção de software, permitindo que ele vivencie tarefas e decisões usuais num contexto de produção de software. O jogo estimula a competividade testando a capacidade do aluno em lidar com problemas e aplicar conceitos de engenharia de software para solucionar problemas ou melhorar seu desempenho no jogo, simulando situações que dificilmente ocorrem em aulas tradicionais. SimulES-W é implementado por um software que provê um ambiente colaborativo na Internet.

4 - Ensino da Engenharia de Software por meio de Fábricas de Software no contexto Distribuído: Um Relato de Experiência. Catarina Costa, Rodrigo Rocha, Jair Figueirêdo, Marcos Duarte, Silvio Meira, Rafael Prikladnicki. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 8

Abstract: A globalização permitiu que o desenvolvimento de software evoluísse significativamente, criando o Desenvolvimento Distribuído de Software. Diante deste ambiente de desenvolvimento, faz-se necessário a contratação de profissionais que possam desempenhar bem as atividades de desenvolvimento neste cenário. Dessa forma, os centros de ensino precisam criar um ambiente motivador, no qual seja possível preparar profissionais para o mercado. O objetivo nesse artigo é relatar a experiência de alunos no aprendizado dos conceitos de engenharia de software, utilizando como ferramenta pedagógica uma pequena fábrica de software com um projeto real trabalhando de maneira distribuída.

5 - Avaliação do Componente Curricular Interdisciplinar de Engenharia de Software. David Moises B. Santos, Hugo Saba. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 7

Abstract: A importância da interdisciplinaridade tem crescido muito nos últimos anos, porém, muitos cursos de graduação oferecem componentes curriculares correlatos em momentos diferentes, sem uma devida integração. Desta forma, este trabalho tem por objetivo apresentar uma avaliação dos resultados alcançados com a experiência da aplicação de um projeto interdisciplinar no componente curricular de Engenharia de Software.

6 - Graduação em Engenharia de Software: uma proposta de flexibilização e interdisciplinaridade. Rejane M. da C. Figueiredo, Luiz C. M. Ribeiro Jr, André B. de Sales, Edna Dias Canedo, Ricardo Matos Chaim, Adson Rocha, Giovanni Almeida Santos, Cristiane Soares Ramos. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 11

Abstract: O curso de graduação em Engenharia de Software (ESW) é oriundo de um Campus de Engenharias da Universidade de Brasília. É composto por (a) um núcleo comum de disciplinas compartilhado com os demais cursos de engenharia do Campus, (b) um conjunto de disciplinas de formação específica de ESW; (c) um conjunto de disciplinas optativas, que constituem as ênfases (e/ou disciplinas de outros campi UnB). O objetivo pedagógico desta combinação é permitir a flexibilização e o diálogo entre os 4 cursos de engenharia, e demais disciplinas da UnB, possibilitando a multidisciplinaridade e interdisciplinaridade e que o estudante seja coresponsável pela construção de seu currículo, com uma formação na área de maior interesse.

7 - Graduação em Engenharia de Software versus Graduação em Engenharia de Computação: uma reflexão. Rejane M. da C. Figueiredo, Luiz C. M. Ribeiro Jr, Cristiane S. Ramos, Edna Dias Canedo. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 14

Abstract: Em 2009, o MEC anunciou a convergência de nomes dos cursos de graduação. A SBC e a ABENGE solicitaram a criação de uma comissão para discussão, porém não receberam manifestação. Na proposta de convergência, o curso de graduação em Engenharia de Software se chamaria Engenharia de Computação. O MEC em abril de 2010 apresentou uma proposta, na Reunião da Andifes, na qual confirmava essa convergência, entre outras. Dada a recusa dos membros da Andifes, se comprometeu em aguardar posição desta para a versão final. A UNB apresentou um Documento Argumentação. Este artigo descreve a argumentação da UnB, cujo objetivo é uma reflexão/discussão do nome do curso graduação em Engenharia de Software.

8 - O Curso de Engenharia de Software da UFRN. David Deharbe, Eduardo Aranha, Jair Leite Marcel Oliveira, Paulo Pires, Uirá Kulesza, Umberto Costa. Anais do FEES10 - Fórum de Educação em Engenharia de Software, Salvador, Bahia, Setembro 27, 2010, pp . [pdf] [scholar] Downloads: 11

Abstract: A crescente demanda da sociedade por software vem requerendo, a cada ano, mais profissionais na área de engenharia de software, que possam contribuir tanto na produção de software de interesse da indústria e organizações nacionais quanto por iniciativas relacionadas à exportação de software. Este artigo descreve o curso de graduação em Engenharia de Software da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, implantado em 2010 apresentando seus objetivos, motivações, perfil do profissional e a estrutura do curso com o objetivo de motivar discussões no âmbito da comunidade cientifica e profissional da computação no Brasil dando um passo para a implantação de referenciais para as diversas instituições do país.

  voltar